Follow by Email

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

.:: QUANDO O SEU FILHOTE COMEÇA A APRENDER A VOAR ::.

Bom dia leitores!

Estou de volta às publicações!!! Com o tempo postarei os textos ainda não publicados.

Hoje quero falar sobre um instante difícil, porém necessário: o momento que seu filho começa a "voar com as próprias asas".
Mas quando que, de fato, isso ocorre?

Penso que desde que ele nasce. Desquade quando ele tem a primeira respiração, só dele. Depois, vem a hora de se alimentar, mesmo que sendo do leite materno, mas agora, ele depende de sugar, e isso, é um ato só dele. E por ai vai...

Meu filho tem 3 anos e está no Maternal II. Hoje foi o dia de seu segundo passeio, sem a companhia dos pais. E aquela polêmica: deixar ou não deixar?

Mesmo querendo direcioná-lo à liberdade, ainda me pego a questionar se é certo isso, em tão pouca idade. Mas ai, surge uma outra pergunta? Qual ser responsável pela criação de outro ser que não questiona seus próprios atos?

Espero estar fazendo a coisa certa. Não quero criar meu filho para simplesmente suprir minhas necessidades: quero educá-lo para o mundo, para aprender a ser feliz nele, com riquezas de valores.

Quero que ele aprenda desde novo o valor de assistir à uma peça teatral, uma orquestra sinfônica, a ter atenção no artista/músico e entender o que o mesmo pretende trasmitir ao público. Respeitar o trabalho dele.

É tão triste visualizar adultos que não sabem ter postura diante de uma apresentação! Ou mesmo aqueles que nunca experimentaram a sensação de se calar, e ouvir alguém, que não seja os jornais sensacionalistas que narram somente trajédias nos lares.

O mundo também é bom. E tem pessoas que transformam sua vida em magia. Quero somente que meu filho viva a vida dele, e descubra seus próprios gostos, e não os meus. Sei que não se aprende isso preso em superproteções.

Agora estou anciosa para saber notícias de seu passeio ao teatro, com os amiguinhos da escola.

Fiquem na Paz, amados leitores, tenham um ótimo final de semana e até o próximo post.

Nenhum comentário:

Postar um comentário